ORAÇÃO DE INTERCESSÃO

Santíssima Trindade, Pai, Filho, Espírito Santo, nós vos agradecemos a vida de Madre Leônia. Nós vos louvamos pela sua disponibilidade em cumprir a vossa vontade, seguindo Jesus Missionário e Redentor. Nós vos bendizemos pelo seu amor dedicado à Igreja, anunciando o Evangelho e servindo os irmãos e irmãs principalmente os mais pobres.

Suplicamo-vos ó Pai, a graça de amar e servir os pobres e a missão evangelizadora da Igreja. Que a Eucaristia e o Imaculado Coração de Maria nos ajudem a sermos fiéis ao vosso projeto divino, vivendo o ideal de amor e santidade a que somos chamados pelo batismo.

Concedei-nos, ó Pai misericordioso a glorificação de Madre Leônia, aqui na terra, para o incentivo nosso e de toda Santa Igreja. Por intercessão dela, vos pedimos a graça... (cada um pense, em silêncio na graçca que mais deseja receber de Deus). Por Cristo Nosso Senhor. Amém.


Imprimatur: +Dom Albano Cavallin


Londrina, 2 de fevereiro de 1998


Comunicar as graças alcançadas por intercessão de Madre Leônia Milito ao email tereclar@sercomtel.com.br

Arigatou Gozaimasu

Arigatou Gozaimasu
O blog recordar é viver agradece sua visita...

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

ABREVIADOS

Nem faz tanto tempo assim, as pessoas diziam vosmecê. "Vosmecê concede a honra desta dança?" Com o tempo, fomos deixando a formalidade de lado e adotamos uma forma sincopada, o popular você. "Você quer ouvir uns discos lá em casa?" Parecia que as coisas ficariam por isso mesmo, mas o mundo, definitivamente, não se acomoda. Nesta onda de tornar tudo mais prático e funcional, as palavras começaram a perder algumas vogais pelo caminho e se transformaram em abreviaturas esdrúxulas, e você virou vc. "Vc q tc cmg?"Nenhuma linguagem é estática, elas acompanham as exigências da época, ganham e perdem significados, mudam de função. Gírias, palavrões, nada se mantém os mesmos. Qual é o espanto? Espanto, aliás, já é palavra em desuso: ninguém mais se espanta com coisa alguma. No máximo ficamos levemente surpreeendidos, que é como fiquei quando soube que um dos canais do Telecine iria abrir um horário às terças-feiras para exibir filmes com legendas abreviadas, tal qual acontece nos chats. Uma estratégia mercadológica para conquistar a audiência mais jovem, naturalmente, mas e se a moda pegar?Hoje, são as legendas de um filme. Amanhã, poderá ser lançada uma revista toda escrita neste código, e depois quem sabe um livro, e de repente estará todo mundo ganhando tempo e escrevendo apenas com consoantes - adeus, vogais, fim de linha pra vocês. O receio de todo cronista é ficar datado, mas, em contrapardida, dizem que é importante este nosso registro cotidiano, para que nossos descendentes saibam, um dia, o que se passava nesta nossa cabecinha jurássica. Posso imaginar, daqui a 50 anos, meus netos gargalhando diante deste meus texto: "ctd d w".
Coitada da vovó mesmo. Às vezes me sinto uma anciã, lamentando o quanto a vida está ficando miserável. Não se trata apenas dos miseráveis sem comida, sem teto e sem saúde, o que já é um descalabro, mas da nossa miséria opcional. Abreviamos sentimentos, abreviamos conversas, abreviamos convivência, abreviamos o ócio, fazemos tudo ligeiro, atropelando nosso amor-próprio, nosso discernimento, vivendo resumidamente, com flashes do que outrora se chamou arte, com uma ideia indistinta do que outrora se chamou liberdade. Todos espiam todos, sabem da vida de todos, e não conhecem ninguém. Modernidade ou penúria?As vogais são apenas cinco. Perdê-las é uma metáfora. Cada dia abandonamos as poucas coisas em nós que são abertas e pronunciáveis.

MEDEIROS, Martha. Revista O Globo. 20 mar.2005.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

É Natal

É NATAL

O Anjo anuncia a Maria a encarnação do Salvador, é Natal. Mas o que eu anuncio?
Maria diz sim ao chamado, é Natal. Mas eu digo sim a quem?
José acolhe Maria e entende os planos de Deus, é Natal. Mas o que eu acolho?
Maria sai em missão para ajudar Izabel, é Natal. Mas a quem eu ajudo?
Os sinos tocam, é Natal. Mas o que toca em meu coração?
A estrela brilha radiante em Belém, é Natal. Mas o que brilha em minha vida?
Muitos vão ao encontro do Menino que nasceu em uma gruta, é Natal. Mas eu vou ao encontro de quem?
Os reis magos ofertam Ouro, Incenso e Mirra, é Natal. Mas o que eu oferto?
Chegou o dia e a hora, Deus veio salvar o mundo, é Natal. Mas o que eu quero salvar?
Muitas vezes anunciamos a nós mesmos;
dizendo sim as coisas mundanas;
acolhendo só aquilo que nos convém;
ajudando somente àquelas pessoas as quais gostamos;
e não deixando ser tocados no coração por aqueles que mais precisam;
muitas vezes temos um brilho que não é próprio, pois buscamos o brilho alheio;
indo ao encontro de satisfações pessoais;
e nada ofertando daquilo que somos realmente;
e consequentemente tentando salvar a própria pele para preservar a auto-imagem.
Mas é Natal, tempo de Conversão, de Renúncias, de Mudança de Vida, pois Jesus quer fazer morada dentro de nossos corações.
Tryssia, 2009

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Gratidão a Ti Senhor

É com imensa alegria que partilho com vocês a conclusão do Bacharelado em Teologia na PUCPR-Londrina; no meu Trabalho de Conclusão de Curso como o tema: MARIA E A MISSÃO NA ESPIRITUALIDADE DAS MISSIONÁRIAS DE SANTO ANTONIO MARIA CLARET, tive como orientador o Pe. Alexandre Awi Mello e obtive a nota 95. Minha gratidão a Ti Senhor por essa conquista alcançada em meio a tantas tristezas e angústias, hoje só tenho que louvar e agradecer por tudo o que me concedestes através das pessoas que me acompanharam e me incentivaram a seguir em frente na caminhada e porque não também agradecer aquelas pessoas que não acreditavam que eu chegaria ao fim do curso, essas pessoas foram também incentivo na jornada desafiadora nesses quatro anos de universidade. Senhor envia-me a anunciar-Te, faz de mim sua servidora. Maria Santíssima minha Mãe de todas as horas obrigada por sua presença em minha vida e no meu cotidiano. Ainda não poderia deixar de agradecer meus queridos professores:
Pe. Altair Manieri
Pe. Alexandre Awi Mello
Pe. Antonio Luiz Catelan Ferreira
Pe. César Braga de Paula
Pe. Domingos Sávio Lazarin
Pe. Edmar Peron
Frei Ildo Perondi
Pe. José Rafael Solano Duran
Pe. Jurandir Coronado Aguilar
Maria Aparecida Bertolino
Maria Eliza Pacheco
Pe. Sérgio de Deus Borges
Frei Vicente Artuso
Acredito que quando um estudante tem mérito, o primeiro mérito é do professor; a cada um meu muito obrigada.
Ao meus colegas de turma meu carinho e gratidão pela jornada que passamos juntos durante esses quatro anos de dedicação.
Ademar Lorrenzzetti
Anderson Brandão Domingos (in memorian)
Fabiana Fernanda de Oliveira
Fidelsino Cariolano Cezar
Francisco Ricardo de Sousa Luz
Jeferson Batista da Cruz
José de Lima
João Paulo de Campos Silva
Leandro Arvelino da Silva
Luiz Braz da Silva
Manoel de Souza Costa
Marcelo Aparecido Santiago
Marcelo Gomes dos Santos
Marciano Monteiro da Silva
Márcio Domingos Benevides de Souza
Márcio Fernando França
Marcos Fábio de Oliveira
Mario Augusto Sartori Júnior
Mauro Marques de Oliveira
Renato Éder Munhoz
Renato Mendes de Souza
Renato Quezini
Ricardo Arica Ferreira
Roberto César de Oliveira
Rodolfo Rodrigo Benedetti
Sérgio Meschini Filho
Sidinei Teixeira Gomes
e outros que não concluiram o curso mas que foram presença por um tempo em nossa turma.

OBRIGADA SENHOR

Obrigada Senhor, pois concluímos a Teologia... Senhor envia-nos a anunciar...



segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Sandálias

DÁ-ME AS TUAS SANDÁLIAS, MARIA
Quero sentir o pó do caminho para chegar até Deus desprendido de tudo.
Quero confiar na Palavra e não me sustentar apenas do alimento quotidiano.
DÁ-ME AS TUAS SANDÁLIAS, MARIA
Para transformar o meu caminho em encontro pessoal e definitivo com Deus …para confiar n’Aquele que fala do alto quando eu me empenho a olhar para o chão.
DÁ-ME AS TUAS SANDÁLIAS, MARIA
Para ser e viver um pouco como Tu sem mais nada que a tua fé, nem mais amparo que a luz da lua.
DÁ-ME AS TUAS SANDÁLIAS, MARIA
Para dizer a Jesus que, apesar das minhas debilidades, a Sua ressurreição é para mim motivo de alegria. …chamada à conversão, oportunidade para uma vida nova, água fresca na minha existência obscura e sedenta.
DÁ-ME AS TUAS SANDÁLIAS, MARIA
E, se queres e podes, Diz-me qual é o teu passo e o teu número para caminhar da mesma forma que Tu caminhas.
Amém.

Na plenitude do Teu SIM, nos deste Jesus!

(Desconheço a autoria, recebi a mensagem no meu correio eletrônico. Se alguém souber a autoria me envie para publicar)








domingo, 8 de novembro de 2009

Quanto mais o tempo passa...

Mãe quanto mais o tempo passa mais a saudade
aumenta, te amo muito...
Tryssia

sábado, 7 de novembro de 2009

A missão...

" A missão é feita com os pés dos que partem
com os joelhos dos que rezam
e as mãos dos que ajudam..."
(Desconheço o autor)

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Consagración de hermana Claudia Roxana Herrera al Corazón Missionero de María

Oh, Madre Mía! Te consagro en este día, todo mi ser, mi vocación y todo los dones que recibí del Señor, no me pertenecen porque todo lo que tengo es tuyo.
Oh, Madre! Fórmame según tu corazón materno, hazme una mujer consagrada disponible, generosa en la entrega y en la donación de mí ser por el reino.
Oh, Madre! Hazme discípula y misionera como tú. Enséñame a escuchar la palabra del Señor a guardarla en el corazón.
Oh, Madre! Enséñame a anunciar a otros palabras de consuelo de esperanzas y salir de misma para ser misionera contigo en la comunidad, entre los pueblos y culturas.
Oh Madre! Te pido siguiendo tus ejemplos de mujer consagrada, discípula y misionera, que yo pueda ser como Tú; “Toda para Dios y toda para los hermanos”. Que así sea.
Amén
Concepción del Bermejo Chaco- Argentina 06 de noviembre 2009

Oração Composta por Ir. Claudia Roxana Herrera por ocasião de sua Profissão Perpétua. A ela nossa carinho e nossas orações.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Poema à Maria



Tu és Maria, cheia de graça, pois soube acolher a Vontade de Deus com amor e generosidade.
Tu és Maria, Aquela que o Senhor está sempre contigo, pois abriu-se totalmente para acolhê-Lo em sem coração.
Tu és Maria, bendita entre todas as mulheres da terra, pois soube ouvir na Anunciação a voz do teu Senhor.
Tu és Maria, de um ventre bendito e abençoado, pois nele carregastes Jesus o nosso Salvador e Mestre.
Tu és Maria, Santa porque através de você podemos recorrer ao Pai em busca do perdão de nossos pecados.
Tu és Maria, agraciada, pois durante toda nossa vida e também na hora da nossa morte estás presente no meio de nós.
Tu és Maria, mulher que caminha junto ao povo, levando paz e esperança a cada criatura.
Tu és Maria, Mãe, pois sabes acolher cada um de teus filhos em seu coração que arde e transborda de Amor.
Tu és Maria, companheira, rainha, intercessora; mulher de coragem, companheira de todas as horas, rainha de todos os povos, intercessora da humanidade e amável como nenhuma criatura é.
Tu és Maria...

Tryssia, 31 de outubro de 2001

domingo, 18 de outubro de 2009

Dia do Médico

Homenagem a todos os médicos que buscam salvar vidas e doam suas vidas por vidas... Hoje de modo muito especial lembro minha amiga Dra Mary Antonia Gôngora que no exercício da Pediatria salvou muitas vidas e que infelizmente hoje não mais se encontra fisicamente em nosso meio, mas que certamente olha por cada um de nós...
Tryssia


Ó Mestre,

Eu te agradeço porque me entregaste a missão de exercer a medicina, restituir a alegria de viver às pessoas que me são confiadas a qualquer hora, momento e lugar.
Ofereço-te a minha vocação de servir a sociedade como instrumento de tua providência.
Grandes são os avanços da ciência, mas também são inúmeros os desafios à limitação humana que exige de mim seriedade, equilíbrio, sabedoria, e fidelidade ao juramento que fiz.
Ó Deus da vida! ilumina-me e faça de mim um mensageiro de misericórdia e esperança.
Que no final de cada jornada eu possa celebrar o renascer da vida, fruto do trabalho e entregar-te às situações da minha limitação quando não tiver êxito.
Senhor, que vieste trazer vida e vida em abundância, torna-me um instrumento de tua misericórdia.

Amém

Obrigado, Senhor

18 de outubro dia de São Lucas - Dia do Médico





quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Dia dos Professores

Parabéns a todos os professores, especialmente àqueles que me ensinaram no decorrer da minha vida escolar e universitária. Que o Grande Mestre e Pedagogo Jesus esteja sempre muito perto de cada um de vocês. Com carinho e gratidão.
Tryssia


segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Nossa Senhora Aparecida


Nossa Senhora da Imaculada Conceição Aparecida é um título católico dedicado a Maria, mãe de Jesus de Nazaré. O seu santuário localiza-se em Aparecida, no estado de São Paulo, e a sua festa é comemorada anualmente em 12 de outubro. Nossa Senhora Aparecida é a padroeira do Brasil.

A Pescaria Milagrosa
A sua história tem o seu início em meados de 1717, quando chegou a Guaratinguetá a notícia de que o conde de Assumar, D. Pedro de Almeida e Portugal, governador da então Capitania de São Paulo e Minas de Ouro, iria passar pela povoação a caminho de Vila Rica (atual cidade de Ouro Preto), em Minas Gerais.
Desejosos de obsequiá-lo com o melhor pescado que obtivessem, os pescadores Domingos Garcia, Filipe Pedroso e João Alves lançaram as suas redes no rio Paraíba do Sul. Depois de muitas tentativas infrutíferas, descendo o curso do rio chegaram a Porto Itaguaçu, a 12 de outubro. Já sem esperança, João Alves lançou a sua rede nas águas e apanhou o corpo de uma imagem de Nossa Senhora da Conceição sem a cabeça. Em nova tentativa apanhou a cabeça da imagem. Envolveram o achado em um lenço. Daí em diante, os peixes chegaram em abundância para os três humildes pescadores.

Início da Devoção
Durante quinze anos a imagem permaneceu na residência de Filipe Pedroso, onde as pessoas da vizinhança se reuniam para orar. A devoção foi crescendo entre o povo da região e muitas graças foram alcançadas por aqueles que oravam diante da imagem. A fama dos poderes extraordinários de Nossa Senhora foi se espalhando pelas regiões do Brasil. Diversas vezes as pessoas que à noite faziam diante dela as suas orações, viam luzes de repente apagadas e depois de um pouco reacendidas sem nenhuma intervenção humana. Logo, já não eram somente os pescadores os que vinham rezar diante da imagem, mas também muitas outras pessoas das vizinhanças. A família construiu um oratório no Porto de Itaguaçu, que logo se mostrou pequeno.

A Rainha e Padroeira do Brasil
Em 1929, Nossa Senhora foi proclamada Rainha do Brasil e sua Padroeira Oficial, por determinação do papa Pio XI, sendo coroada. Pela Lei nº 6.802 de 30 de junho de 1.980, foi decretado oficialmente feriado no dia 12 de outubro, dedicando este dia a devoção. Também nesta Lei, a República Federativa do Brasil reconhece oficialmente Nossa Senhora Aparecida como padroeira do Brasil.

Descrição da imagem
A imagem, tal como se encontra no interior da Catedral.
A imagem retirada das águas do rio Paraíba em 1717, é de terracota e mede quarenta centímetros de altura. Em estilo seiscentista, como atestado por diversos especialistas que a analisaram (Dr. Pedro de Oliveira Ribeiro Neto, os monges beneditinos do Mosteiro de São Salvador, na Bahia, Dom Clemente da Silva-Nigra e Dom Paulo Lachenmayer), acredita-se que originalmente apresentaria uma policromia, como era costume à época, embora não haja documentação que o comprove. A argila utilizada para a confecção da imagem é oriunda da região de Santana do Parnaíba, na Grande São Paulo. Quando foi recolhida pelos pescadores, o corpo estava separado da cabeça e, muito provavelmente, sem a policromia original, devido ao período em que esteve submersa nas águas do rio.
A cor de canela com que se apresenta hoje deve-se à exposição secular à fuligem produzida pelas chamas das velas, lamparinas e candeeiros, acesas pelos seus devotos.
Em 1978, após sofrer um atentado que a reduziu a quase duzentos fragmentos, foi encaminhada ao Prof. Pietro Maria Bardi (à época diretor do Museu de Arte de São Paulo (MASP), que a examinou, juntamente com o dr. João Marinho, colecionador de imagens sacras brasileiras. Foi então totalmente restaurada, no MASP, pelas mãos da artista plástica Maria Helena Chartuni.
Embora não seja possível determinar o autor ou a data da confecção da imagem, através de estudos comparativos concluiu-se que ela pode ser atribuída a um discípulo do monge beneditino frei Agostinho da Piedade, ou, segundo Silva-Nigra e Lachenmayer, a um do seu irmão de Ordem, frei Agostinho de Jesus. Apontam para esses mestres as seguintes características:
forma sorridente dos lábios;
queixo encastoado, tendo, ao centro, uma covinha;
penteado e flores nos cabelos em relevo;
broche de três pérolas na testa; e
porte corporal empinado para trás.

Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_da_Concei%C3%A7%C3%A3o_Aparecida#Hist.C3.B3ria acesso em 12 de outubro de 2009




sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Definição de Saudade

Emocionante, como uma criança pode definir um sentimento que muitos adultos não sabem nem mesmo o que é.

Artigo do Dr. Rogério BrandãoMédico oncologista clinicoRC Recife Boa Vista D4500
Médico cancerologista, com 29 anos de atuação profissional, posso afirmar que cresci e me modifiquei com os dramas vivenciados pelos meus pacientes...
Um dia, um anjo passou por mim...
Recordo-me do Hospital do Câncer de Pernambuco, onde dei meus primeiros passos como profissional. Nesse hospital, comecei a freqüentar a enfermaria infantil, e a me apaixonar pela oncopediatria.
Com o nascimento da minha primeira filha, comecei a me acovardar ao ver o sofrimento destas crianças. Até o dia em que um anjo passou por mim.
Meu anjo veio na forma de uma criança com 11 anos, calejada por 2 anos de tratamentos os mais diversos, hospitais, exames, manipulações, injeções, e os desconfortos trazidos pelos programas de quimioterapias e radioterapia.
Mas nunca vi meu anjo fraquejar. Já a vi chorar sim, muitas vezes, mas não via fraqueza em seu choro. Via medo em seus olhinhos, e isto é humano! Mas via confiança e determinação. Um dia, cheguei ao hospital de manhã e encontrei meu anjo sozinho no quarto. Perguntei pela mãe. E comecei a ouvir uma resposta que ainda hoje não consigo contar sem vivenciar profunda emoção.
Meu anjo respondeu:- Tio, às vezes minha mãe sai do quarto para chorar escondido nos corredores. Quando eu morrer, acho que ela vai ficar com muita saudade de mim. Mas eu não tenho medo de morrer, tio. Eu não nasci para esta vida!
Pensando no que a morte representava para as crianças, que assistem seus heróis morrerem e ressuscitarem nos seriados e filmes, indaguei:
- E o que morte representa para você, minha querida?
- Olha tio, quando agente é pequena, às vezes, vamos dormir na cama do nosso pai e no outro dia acordamos no nosso quarto, em nossa própria cama não é?
- É isso mesmo, e então?
- Vou explicar o que acontece, continuou ela: Quando nós dormimos, nosso pai vem e nos leva nos braços para o nosso quarto, para nossa cama, não é?
- É isso mesmo querida, você é muito esperta!
- Olha tio, eu não nasci para esta vida! Um dia eu vou dormir e o meu Pai vem me buscar. Vou acordar na casa Dele, na minha vida verdadeira!
Boquiaberto, não sabia o que dizer. Fiquei parado, sem ação.
- E minha mãe vai ficar com muitas saudades minha, emendou ela.
Perguntei ao meu anjo: - E o que saudade significa para você, minha querida?
- Não sabe não tio? Saudade é o amor que fica!
Hoje, aos 53 anos de idade, desafio qualquer um dar uma definição melhor, mais direta e mais simples para a palavra saudade: é o amor que fica!
Um anjo passou por mim...
Foi enviado para me dizer que existe muito mais entre o céu e a terra, do que nos permitimos enxergar. Que geralmente, absolutilizamos tudo que é relativo (carros novos, casas, roupas de grife, jóias) enquanto relativizamos a única coisa absoluta que temos, nossa transcendência.
Meu anjinho já se foi, há longos anos. Mas me deixou uma lição que ajudou a melhorar a minha vida, a tentar ser mais humano e carinhoso com o outros, a repensar meus valores.
Rogério BrandãoMédico oncologista clinico RC Recife Boa Vista D4500Cremepe 5758"

domingo, 4 de outubro de 2009

Mercedes Sosa

A cantora argentina Mercedes Sosa morreu hoje dia 04 de outubro de 2009, aos 74 anos, no hospital em Buenos Aires onde estava internada há cerca de um mês. Sosa foi internada por conta de um problema hepático que piorou com complicações pulmonares. Nos últimos dias, ela respirava com a ajuda de aparelhos.
O filho de Sosa, Fabián Matus, afirmou à imprensa argentina que o momento era de "oração", mas que ainda tinha esperanças sobre a recuperação de sua mãe. "Ela viveu plenamente seus 74 anos, fez praticamente tudo o que quis, não teve nenhum tipo de barreira nem medo. Viveu uma vida muito plena, que foi dolorosa, pelo exílio", disse.
A cantora já havia sido hospitalizada em março deste ano, devido a um quadro de pneumonia e desidratação.
A saúde frágil da cantora a impediu de lançar oficialmente seu álbum duplo "Cantora", que traz participações de Caetano Veloso, Shakira e Joan Manuel Serrat, entre outros artistas.
Com uma carreira de mais de quatro décadas, Mercedes Sosa foi uma das vozes mais representativas da música popular argentina e da América Latina. "Haydé Mercedes Sosa nasceu no dia 9 de julho de 1935 na cidade de San Miguel de Tucumán. Com 74 anos e uma trajetória de 60 anos, ela transitou por diversos países do mundo... e deixou um grande legado"...

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u633218.shtml - em 04 de outubro de 2009

video

http://www.clarin.com/ em 04 de outubro de 2009

São Francisco de Assis

No dia 4 de outubro celebramos São Francisco de Assis, que nasceu na cidade de Assis, na Itália, em 1181 (ou 1182). Filho de um rico comerciante de tecidos, Francisco tirou todos os proveitos de sua condição social vivendo entre os amigos boêmios.
Tentou, como o pai, seguir a carreira de comerciante, mas a tentativa foi em vão.
Sonhou então, com as honras militares. Aos vinte anos alistou-se no exército de Gualtieri de Brienne que combatia pelo papa, mas em Spoleto teve um sonho revelador: Foi convidado a trabalhar para "o Patrão e não para o servo".
Suas revelações não parariam por aí. Em Assis, o santo dedicou-se ao serviço de doentes e pobres. Um dia do outono de 1205, enquanto rezava na igrejinha de São Damião, ouviu a imagem de Cristo lhe dizer: "Francisco, restaura minha casa decadente".
O chamado, ainda pouco claro para São Francisco, foi tomado no sentido literal e o santo vendeu as mercadorias da loja do pai para restaurar a igrejinha. Como resultado, o pai de São Francisco, indignado com o ocorrido, deserdou-o.
Com a renúncia definitiva aos bens materiais paternos, São Francisco deu início à sua vida religiosa, "unindo-se à Irmã Pobreza".
A Ordem dos Frades Menores teve início com a autorização do papa Inocêncio III e Francisco e onze companheiros tornaram-se pregadores itinerantes, levando Cristo ao povo com simplicidade e humildade.
O trabalho foi tão bem realizado que, por toda Itália, os irmãos chamavam o povo à fé e à penitência. A sede da Ordem, localizada na capela de Porciúncula de Santa Maria dos Anjos, próxima a Assis, estava superlotada de candidatos ao sacerdócio. Para suprir a necessidade do espaço, foi aberto outro convento em Bolonha.
Um fato interessante entre os pregadores itinerantes foi que poucos, dentre eles, tomaram as ordens sacras. São Francisco de Assis, por exemplo, nunca foi sacerdote.
Em 1212, São Francisco fundou com sua fiel amiga Santa Clara, a Ordem das Damas Pobres ou Clarissas. Já em 1217, o movimento franciscano começou a se desenvolver como uma ordem religiosa. E como já havia ocorrido anteriormente, o número de membros era tão grande que foi necessária a criação de províncias que se encaminharam por toda a Itália e para fora dela, chegando inclusive à Inglaterra.
Sua devoção a Deus não se resumiria em sacrifícios, mas também em dores e chagas. Enquanto pregava no Monte Alverne, nos Apeninos, em 1224, apareceram-lhe no corpo as cinco chagas de Cristo, no fenômeno denominado "estigmatização".
Os estigmas não só lhe apareceram no corpo, como foram sua grande fonte de fraqueza física e, dois anos após o fenômeno, São Francisco de Assis foi chamado ao Reino dos Céus.
Autor do Cântico do Irmão Sol, considerado um poeta e amante da natureza, São Francisco foi canonizado dois anos após sua morte.
Em 1939, o papa Pio XII tributou um reconhecimento oficial ao "mais italiano dos santos e mais santo dos italianos", proclamando-o padroeiro da Itália.

Mês Missionário

Outubro Mês Missionário
IDE POR TODO MUNDO E PREGAI O EVANGELHO A TODA CRIATURA
(Mc 16,15)

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

21 de setembro - Dia da árvore

Árvore florida de flamboyant, uma leguminosa. Família: Fabaceae. Gênero: Delonix. Espécie: D. regia.


domingo, 13 de setembro de 2009

Buscar o caminho certo

Na vida desde que entramos na estrada, nessa longa estrada, temos várias opções durante nossa caminhada. Posso caminhar até um determinado ponto e parar no meio do caminho, e ser atropelada pelos que estão vindo atrás de mim. Posso caminhar até um determinado ponto e depois voltar para trás tendo que passar por todas as dificuldades novamente. Posso caminhar até um determinado ponto e encontrar um atalho, entrar nele, depois perceber que esse atalho acabou e que é preciso voltar para a estrada. Posso caminhar até um determinado ponto e senta-me à beira do caminho vendo o tempo passar, ou posso ainda caminhar sempre em frente na longa estrada, abrindo caminhos, superando obstáculos; mas sempre em direção a um novo horizonte; sou livre, basta eu escolher... Na estrada são muitos os caminhos e as direções, mas só um deles me levará ao destino certo; àquele destino que fará de mim uma pessoa feliz e realizada na vida. Assim como é o Projeto de Deus, para que cada uma de suas criaturas se encontrem e sejam felizes ao longo do caminho que é cheio de obstáculos, mas que ao final tem sua recompensa

Tryssia
19 de novembro de 2001

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Mês da Bíblia - Testamento de amor!

SETEMBRO MÊS DA BÍBLIA
"Tua palavra é lâmpada para os meus pés,
e luz para o meu caminho."
(Sl 119, 105)
Nela, vamos encontrar os desejos e as intenções de Deus para conosco "Não só de pão vive o homem, mas de toda Palavra que procede da boca de Deus" (Mateus 4,4).A "Bíblia é o Livro dos livros. É a obra mais conhecida em todo o planeta. Também conta com o maior número de traduções dentre todas as obras existentes e está presente no maior número de nações. No entanto, nem sempre nos relacionamos com ela do jeito mais ideal. Estamos no início do mês de setembro, o conhecido e celebrado Mês da Bíblia. É mais uma oportunidade para examinarmos nossa vida e vermos qual é o valor que estamos dando a este livro tão especial e tão importante para todos os que seguem a Jesus, como Caminho, Verdade e Vida.Bíblia: Testamento de amor!Este livro é um verdadeiro testamento. E o que é um testamento? É uma carta na qual se colocam as coisas mais íntimas, mais sinceras e mais profundas. É onde se fala com o coração e são relatados os "últimos" desejos de alguém. É onde o pai "divide" os bens entre os filhos e amigos. É o meio pelo qual nós fazemos pedidos e recomendações.A Bíblia é o Testamento de Amor, a Carta de Amor que Deus Pai deixou para toda a humanidade. É nela que nós vamos encontrar os desejos e as intenções de Deus para conosco. É nela que podemos encontrar as recomendações e os tesouros que Deus tem para nos oferecer. Se nós não abrirmos a ela e não lermos esta "Carta de Amor", não ficaremos sabendo da amizade íntima que Deus quer ter conosco "desde o nascer ao pôr-do-sol".Pedindo sempre a luz do Espírito Santo e vencendo toda e qualquer preguiça, busquemos ler com fé o Livro Sagrado. E a cada letra, a cada palavra, vamos perceber e ouvir a Voz de Deus que fala ao nosso coração. Nenhuma pessoa consegue sobreviver sem "arroz e feijão", ou seja, sem alimento. Da mesma forma que nenhum seguidor do Senhor consegue viver sem o Alimento da Palavra. Quanto mais intimidade tivermos com ela, tanto mais intimidade teremos com o próprio Senhor. E aí veremos as graças acontecerem como verdadeiros rios de Água Viva, porque a Bíblia é o grande, único e verdadeiro Testamento de Amor.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Feridas da alma

Feridas na alma são aquelas que doem mesmo quando não vemos mais o machucado; quando o que causou a ferida não está mais presente e, portanto, no silêncio da noite elas voltam e incomodam. Às vezes impedem o sono. E doem... dói o peito, doem os olhos, dói o coração...
São aquelas causadas na infância por abusos, desamor, indiferença, incompreensão. Ou causadas pela perda irreparável de alguém que era essencial na vida da gente. Ou pela mágoa causada por traições de pessoas nas quais depositávamos toda a nossa confiança.
Todos os anos possíveis gastos em terapia podem até amenizar o sentimento doloroso, mas não apagar. O tempo também não apaga. Mesmo se a memória procura mil facetas de "esquecer", há sempre aquele dia e em um fato ou qualquer outra coisa pode trazer tudo à tona.
Infelizmente, as centenas de mensagens de auto-ajuda também não conseguem curar esse tipo de doença que consome a alma. Remédios são inúteis, quando não prejudiciais mesmo.
E então? Estamos condenados a viver o resto das nossas vidas carregando essa "bola" acorrentada nos pés, como prisioneiros condenados?
Não necessariamente...
O primeiro grande passo é a vontade de se curar. Sem isso, nada feito. Ninguém pode fazer por nós o que não desejamos nós mesmos. Sabe-se que mesmo fisicamente uma pessoa não pode curar-se sem que haja uma íntima vontade e desejo de se estar curado. Não são os médicos que fazem milagres, eles fazem a parte deles. Mas o maior trabalho fica por conta da própria pessoa.
Depois... só há um meio de apagar essas cicatrizes que se abrem com freqüência: entregar, inteiramente, nossos males nas Mãos dAquele que "verdadeiramente tomou sobre si todas as nossas dores."
Ainda assim não é fácil, pois para entregarmos é necessário tirar uma parte da gente e se desligar dela. E o ser humano não está preparado para isso. Não que ele não queira, mas porque não é mesmo fácil.
É necessário uma enorme força de vontade e um amor profundo por si mesmo e por aqueles que nos amam e querem que estejamos bem. É necessário uma dose muito grande de perdão. É necessário tentar esquecer uma página do livro da própria vida, rasgá-la, queimá-la. E depois, é preciso a aprender a viver sem essa parte, viver uma vida nova e diferente.
É realmente difícil... mas possível! E possível somente se a própria pessoa se dispõe a isso. É algo pessoal, muito pessoal... Pessoal, entre Deus e nós...
Letícia Thompson

sábado, 29 de agosto de 2009

Um poema chamado AMOR


Se toda dor que dilacera for o alicerce de um encontro com Deus...
Se toda a inveja que corrói se converter em Admiração...
Se toda a mágoa se diluir em colírio para enxergarmos o Perdão...
Se eu puder ser seu Amigo e você acreditar nisso...
Se a descrença abandonar o ser para que nele se instale a fortaleza da Fé...
Se a ganância e o egoísmo capitularem frente à união das pessoas que sonham viver em Paz...
Se o medo de ser infeliz se transformar em Coragem para viver essa grande aventura chamada Vida...
Se o pai compreender o filho.
Se o pai for sincero com o filho.
Se o filho se lembrar que o pai já foi filho...
E filhos sempre erram. Seres humanos.
Se o comodismo e a inércia pertencerem apenas ao passado e ao presente restarem Desafios, Sonhos de Conquista...
Se o desânimo, na falta de rima se fizer ausente, e na inspiração surgir uma enorme Força de Vontade...
Se as palavras ásperas se perderem na brisa e dela soprar um sussurro de Carinho...
Se o olhar de ódio esfarelar frente ao Sorriso do odiado...
Se a mentira for erradicada pela Verdade absoluta...
E se a verdade for motivo de Alegria...
A vida será um poema:
Um poema chamado Amor.

(Flavius Versadus)

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Amor

Amor uma palavra tão pequena com o significado tão grande e pleno; quatro letras que expressam todo sentido da vida.
Por amor Deus nos deu a vida e entregou seu Filho Único para nos redimir. O amor de Deus é infinito e gratuito e ainda muito predileto por cada pessoa.
Amar e ser amada (o) é um sentimento sublime que conduz toda nossa vida.
Não importa se a pessoa que amamos tanto não corresponda a esse amor, pois basta que amemos e amemos com gratuidade sem esperar nada em troca.
Sofrer por amor, doar a vida por amor, tudo isso e muito mais Jesus fez por amor e não só por aqueles que o amava, mas também por aqueles que o rejeitava.
Jesus nasceu amando, viveu amando e morreu amando a cada ser sem distinção.
Senhor é esse o amor que quero ter para com meu próximo, pois nessa vida se não tiver amor tudo é em vão, nada é válido se eu não sofrer por amor.
“O amor é paciente e tudo crê”...
(Cf. ICor 13, 1-13)

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Ninguém e nada...

Mãe, ninguém e nada vai conseguir mudar o amor
que sinto por você... Te amo muito e tenho tanta saudade...

domingo, 23 de agosto de 2009

Jornadas

Dois caminhos tão parecidos e que levam a lugares tão diferentes. Estradas da vida que se apresentam ora floridas, ora cercada de espinhos. Quase sempre escolhemos o caminho que se apresenta mais florido na entrada, sem se preocupar com o que vamos encontrar pela estrada até chegar ao seu final. Queremos o prêmio, queremos o produto, queremos o amor, queremos o diploma, queremos a casa, queremos o carro, mas nem sempre queremos pagar o preço que é devidamente cobrado pela vida pelas aquisições das nossas escolhas. Ninguém é inocente, ninguém anda pelo mundo sem uma bagagem, fomos preparados para viver onde nascemos, ainda que seja no meio da Groelândia com temperaturas abaixo de zero, ainda assim, temos o aparelho físico pronto para sobreviver no local. Por isso, meu amigo, minha amiga,saiba que as dificuldades vão sempre existir, problemas vão surgir em todas ás áreas da sua vida, mas eu te garanto: para cada dificuldade existe em você uma força, uma habilidade, uma possibilidade para resolver e superar os obstáculos. Tende bom ânimo! Este é o recado de todas as divindades para o ser humano.Não desista antes de esgotar todas as possibilidades e quando achar que não há mais nada á fazer, olhe para o alto, contemple o Criador e todo o seu esplendor, e em oração, peça ajuda, dobre-se em humilde prece de reconhecimento da sua fraqueza momentânea, com uma certeza ainda maior: Deus não desampara ninguém, ainda que você não se ache digno de receber ajuda, ela vai chegar. Creia, mantenha-se no caminho, ainda que cheio de espinhos. Depois da curva, a primavera já trouxe flores para enfeitar a sua jornada.
Deus é contigo, hoje e sempre.
Amém!!!
*****
TEXTO: Paulo Roberto Gaefke